A chegada

Esta é uma história em quadrinhos, que parece também um álbum de fotografias antigas, em tom sépia, cuja narrativa visual, sem palavras, conta a partida de um pai de família para um país estrangeiro em busca de melhores condições de vida. 

Acompanhamos quadro a quadro a burocracia para se entrar na cidade desejada, as dificuldades para se comunicar e se localizar num espaço tão vasto quanto enigmático, os estranhamentos com os hábitos locais, a hospitalidade e as histórias recebidas de outros imigrantes, a saudade sentida da filha e da esposa.

Tudo isso, o reconhecido ilustrador australiano Shaun Tan retratou em imagens oníricas, belíssimas e surrealistas, inspiradas, por exemplo, em relatos orais e escritos, desenhos, fotos de imigrantes. 

A sequência narrativa lembra muito a cinematográfica ao se iniciar sempre com o foco em detalhes que pouco a pouco se abrem para a figura maior a qual eles pertencem, assombrando-nos com a pequenez da parte que imaginávamos ser o todo.

Quem é o autor de A chegada?

A chegada - Shaun Tan

O australiano Shaun Tan sempre teve acesso a tintas e lápis porque seu pai era arquiteto. Desde cedo descobriu que era um ótimo desenhista, mas não sabia como transformar seu talento em profissão. Para sorte nossa, acabou se formando em Artes Plásticas e Literatura Inglesa, tornando-se autor e ilustrador de livros que encantam e desafiam os leitores. Seus livros já foram traduzidos em diversos países e conquistam leitores de diferentes idades.

Com uma forma muito particular e poética de representar o mundo – seja real ou imaginário –, hoje Shaun escreve, desenha, pinta e participa da produção de desenhos animados. 

Ganhou muitos prêmios, como o Astrid Lindgren Memorial, em reconhecimento à sua contribuição para a literatura infantil internacional. Em 2011 ganhou o Oscar na categoria melhor animação pelo curta-metragem The Lost King.

Por que escolhemos A chegada para enviarmos aos leitores experientes assinantes do Clube de Leitores A Taba?

Este belíssimo livro do premiado ilustrador Shaun Tan fala sobre a imigração e todos os sentimentos que podemos experimentar quando nos arriscamos a buscar o diferente. A saudade, o risco, o estranhamento, os novos amigos, os novos saberes e as descobertas que causam também, enfim, uma certa alegria. Tudo cuidadosamente representado pelos quadrinhos sem qualquer texto além do título. 

Explorando com maestria diferentes recursos gráficos, o livro traz uma atmosfera densa, que se aproxima do universo dos sonhos e nos desloca para outra realidade. Uma experiência de leitura profunda, peculiar e misteriosa.

Cada leitura desperta em nós, leitores, sentimentos muito diferentes: a leitura individual e solitária é mais silenciosa e reflexiva, mas muito prazerosa! A leitura em conjunto pode trazer conversas e perspectivas muito interessantes. Explorar pontos de vista e descobrir coisas que sozinho você ainda não havia notado. Na leitura de livros-imagem, essas características parecem ficar ainda maiores uma vez que a ausência do texto nos convida a mergulhar mais fundo na história.

Experimente ler nessas variadas formas, perceba e desfrute a diferença entre cada uma delas!

Venha fazer parte do Clube de Leitores A Taba e receba livros incríveis como esse, todos os meses em sua casa!

A Chegada - Assine

deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Tartaruga Nara

acompanhe a gente!