Bom dia, doutor!

por:

A sala de espera está cheia e alguns animais aguardam sua vez para serem atendidos pelo doutor. Este, por sua vez, parece resolver com facilidade o problema de cada paciente. 

Tudo segue uma aparente normalidade, até que chega a vez do lobo ser atendido! Será que dessa vez o doutor também conseguirá encontrar uma solução?

Surpreendente e engraçado, Bom dia, doutor é daqueles livros que propõem uma leitura leve e inteligente aos pequenos leitores. 

Destaque para as divertidas ilustrações, os textos curtos e precisos e o tom de suspense e humor que permanece até o final da história. 

A primeira leitura provavelmente te convidará a uma próxima leitura. Dessa vez, preste atenção às ilustrações e a tudo que você já sabe sobre os animais que aparecem na sala de espera!

A diversão e a surpresa estão garantidas!

Quem são os autores deste livro?

Michaël Escoffier - Bom dia doutor

Michaël Escoffier é francês e já publicou mais de oitenta livros para o público infantil! 

Descobriu o mundo da literatura para crianças mais velho e, desde então, seus livros já foram publicados e traduzidos em diversos países. 

Para ele, cada livro é um universo diferente e por isso afirma que prefere apresentar aos leitores personagens, histórias e estilos de criação diferentes a cada livro que publica. 

Michaël não teve muitos livros na infância, mas conta que todas as quartas-feiras corria para comprar a próxima edição de uma revista de quadrinhos francesa chamada Pif Gadget.

Mattieu Maudet - Bom dia, doutor

O francês Mattieu Maudet é ilustrador e autor de dezenas de livros infantis. 

Ele conta que quando criança não frequentava museus e não convivia com livros de arte em sua casa. Nesta época, adorava as histórias em quadrinhos: emprestava pilhas de uma biblioteca, lia devagar e ficava encantado sobretudo com os desenhos. 

Segundo Matthieu, um artista deve ter os olhos abertos para o mundo, observando os lugares, as coisas pequenas e as grandes, experimentando representá-las como quiser. E, principalmente, não deve deixar de calçar muitas meias – peças, segundo ele, fundamentais para inspirá-lo a contar muitas de suas histórias.

Por que escolhemos este livro para os leitores iniciantes?

Fala-se muito sobre a importância de acreditarmos no potencial das crianças para se relacionarem com livros que abordem temas considerados difíceis tais como separações, luto, entre outros. Nós, da Taba, temos o compromisso de oferecer bons livros para as crianças, inclusive esses, que por sua complexidade, pedem a presença de um adulto.

Porém, mais do que privilegiar um estilo ou algumas temáticas em detrimento de outras, o importante é garantirmos a diversidade quando pensamos em um acervo para crianças. Assim como os temas complexos, o humor presente em Bom dia, doutor é fundamental para compor o acervo de qualquer biblioteca!

deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 comentários
Tartaruga Nara

acompanhe a gente!

receba as novidades da Taba em primeira mão: