Leitura

Educação inclusiva e literatura

A educação inclusiva pressupõe contemplar todas as crianças em suas complexidades e diversidades. Uma concepção que nos fala sobre educação, mas também sobre uma mudança de cultura, expandindo o desafio para além da escola e colocando-o na conta da sociedade como um todo. Assim, para que esse processo educativo seja inclusivo, é preciso que a sociedade seja inclusiva e esteja preparada para lidar com as diferenças que nos cercam. 

Toda criança é capaz de aprender e cada uma apresenta um processo único e singular de aprendizagem. Mais do que isso, toda criança tem o direito de poder aprender e ter acesso a uma educação especial e inclusiva

Como a literatura contribui para a inclusão escolar?

Aqui na Taba, acreditamos que a literatura faz parte da vida social, mas também escolar, seja do ponto de vista pedagógico, no sentido de contribuir com o trabalho do ensino da linguagem, como do ponto de vista socioemocional e humano, favorecendo a formação de crianças com leitura infatil de mundo e também com habilidades para encarar processos subjetivos.

Partindo desse ponto de vista, a literatura pode ser uma grande aliada para pensar a questão da educação especial inclusiva, seja na escola, seja na família. Pode significar uma importante ferramenta de reconhecimento, quando encontramos livros que trazem temas e personagens relacionados ao assunto, e ao mesmo tempo, pode ser também ferramenta de reflexão quando, ao trazer para o livro esses temas, provoca conversas sobre o assunto. 

A literatura infantil é, entre tantas coisas, uma forma de nos aproximarmos de nossas questões internas e acreditamos na importância de todas as crianças poderem se reconhecer nos livros. Daí a importância de livros com personagens que, por exemplo, apresentam para nós diversas formas de existir. Ademais, para além de poder trabalhar subjetividades e questões individuais, a literatura é também um convite para pensarmos sobre as questões da sociedade, e portanto também sobre diversidade ou até a desafiante educação especial.

Como mudar essa realidade?

Este ano, em setembro, a Taba participou do lançamento do documentário “Longe da Árvore” – baseado no livro homônimo de Andrew Solomon. O filme abre espaço para conversarmos sobre a família que nascemos e a família que construímos. Um olhar corajoso na jornada de acolhimento e afeto da diferença nas relações humanas. Vale a pena organizar uma sessão e assistir!

Na época, para complementar o debate e também marcar nosso comprometimento com o tema, A Taba preparou um material com dicas de livros infantis e juvenis para celebrar a diversidade. Obras sensíveis, com alta qualidade estética e literária e que, certamente, promoverão boas conversas entre leitores e leitoras de todas as idades. 

Baixe o e-book para ter acesso à curadoria, passeie pelas resenhas e descubra quais os livros que mais despertam e afetam suas percepções, dúvidas, curiosidades e emoções sobre diversidade e inclusão social na escola, em casa etc. Depois, se puder, compartilha com a gente como foram as leituras e conversas. Adoramos saber como as indicações daqui, reverberam por aí. Boas leituras!

Autor Ataba

Denise Guilherme Mestre em Educação, formadora de professores e consultora na área de projetos de leitura. Desde cedo, apaixonada por palavras ditas e escritas. Descobriu nos livros um caminho para entender a si mesma e aos outros. E ficou tão encantada com o que viu que decidiu compartilhar com o mundo.

compartilhe essa leitura!

deixe seu comentário!

0 comentários