Podcast

Pode ler livros de política com as crianças?

Ninguém lhe dizia nada, mas ele percebia. O menino Pedro, protagonista de A redação (Antonio Skármeta, editora Record) sabia que “algo estava fora de ordem” no regime militar chileno, onde se passa a história latino-americana. O livro traz uma provocação: deve-se falar de política com as crianças? Como fazer isso?

É o que passou pela cabeça da jornalista Daisy Carias, do blog A cigarra e a formiga, ao entrar em contato com a obra. Ela conversa sobre o tema com a idelizadora da Taba, Denise Guilherme. Num tom bem humorado, neste segundo episódio do Pode Ler, o podcast da Taba, elas relembram obras que tratam do autoritarismo, tema bastante comum na literatura infantil dos anos 1970 e 1980 e que volta à tona na atualidade.

Afinal, as crianças percebem que algo está acontecendo, e ignorar o assunto só o torna mais distante. Os livros são uma boa ferramenta para chegar a essas conversas: “Se a literatura é uma resposta do homem às questões do tempo, como qualquer forma de arte, falar do autoritarismo, no tempo em que estamos vivendo no mundo, é um tema urgente”, comenta Denise. Daisy complementa: “As metáforas são a forma mais rica de entendermos isso”.

Ficou curioso? Acompanhe a conversa completa no episódio “Pode ler livro sobre política?”, com Daisy Carias, disponível no Spotify e em diversos tocadores, como Deezer, Google Podcasts, Breaker, Pocket Casts e Radio Public.

Livros citados durante o programa:

ditadura

A redação

Escrito por: Antonio Skármeta

Ilustrado por: Alfonso Ruano

Editora: Record

autoritarismo

O pequeno fascista

Escrito por: Fernando Bonassi

Ilustrado por: Daniel Bueno

Editora: Sesi-SP

política para crianças

Matilda

Escrito por: Roald Dahl

Ilustrado por: Quentin Blake

Editora WMF Martins Fontes

política para crianças

Se os tubarões fossem homens

Escrito por: Bertold Brecht

Ilustrado por: Nelson Cruz

Editora: Olho de Vidro

autoritarismo

Daqui ninguém passa!

Escrito por: Isabel Minhós Martins

Ilustrado por: Bernardo Carvalho

Editora: Sesi-SP

 

Leia mais: Pode ler livro ilustrado?, o primeiro episódio do podcast, com Odilon Moraes 

Autor Ataba

Luísa Cortés Apaixonada por histórias desde criança, não deu outra: foi estudar Letras e Jornalismo para contar as suas próprias. Hoje, edita o blog da Taba, numa missão de contaminar cada vez mais pessoas com o vírus da leitura.

compartilhe essa leitura!

deixe seu comentário!

4 comentários

Marcelo

20 de February de 2020

Olá Luísa!
Muito legal a iniciativa de falar de política com as crianças usando metáforas e temas lúdicos. Já faço isso com minha filha pequena e acho que contribui para a formação intelectual mais completa.
No entanto, vejo com certa estranheza o mérito do assunto aqui comentado: “falar do autoritarismo no tempo em que estamos vivendo no mundo”?! Sob que óptica se dá este comentário? Estamos, por acaso, vivendo um período de exceção?
Vejo atualmente o resgate de valores que há muito estavam soterrados e solapados por uma esquerda que não se envergonha em ter as mãos sujas!
O livro “a revolução dos bichos”, este sim, a meu ver, ilustra um assunto que todos os pais deveriam ensinar a seus filhos, que o comunismo é uma filosofia-doutrina-política perigosa e mortal, que se apropria de mentes de crianças e de adultos incautos.
Esta discussão é fundamental para que possamos educar as crianças e evitar passar por tudo novamente no futuro. Vamos aprender com os erros do passado!
Abraços!

responder

Denise Guilherme

26 de February de 2020

Obrigada pela contribuição, Marcelo. Um abraço

responder

AffiliateLabz

20 de February de 2020

Great content! Super high-quality! Keep it up! :)

responder

wania

21 de February de 2020

Gostei bastante da entrevista, a qual me fez pensar que mesmo as relações autoritárias na família, na escola que também são políticas. Ótima!

responder

wania

21 de February de 2020

Ah, lembrei também de "O reizinho mandão" da Ruth Rocha. Perfeito!

responder

Denise Guilherme

21 de February de 2020

Esse é um verdadeiro clássico! Amamos! Bj

responder