Pode ler para ajudar crianças em hospitais?

por:

Leitura em hospitais: uma prática nem tanto convencional, mas que pode reconfortar muitos pais e crianças em situações de vulnerabilidade emocional. É o que percebeu Lela Mayer, professora, fisioterapeuta e contadora de histórias.

Lela frequentava uma UTI pediátrica em que seu filho era constantemente internado, e percebeu como o tempo custava a passar naquele ambiente. A partir disso, começou um projeto de leitura para as pessoas que estavam por ali.

Afinal, quem conta uma história para uma criança conta também uma história a si mesmo. E as histórias curam, ajudam a enfrentar momentos difíceis, dão significado aos obstáculos da vida. As histórias contribuem para o desenvolvimento dos pequenos, ainda mais aqueles que se encontram em espaços tão delimitados.

Ficou curioso para entender como a leitura em hospitais pode transformar ambientes, ajudando famílias inteiras a viver melhor?

Confira o episódio de Pode Ler, o podcast do Clube de Leitores A Taba, com a voz e a força de Lela Mayer.  A conversa está disponível no Spotify e em diversos tocadores, como DeezerGoogle PodcastsBreakerPocket Casts e Radio Public. Ouça no seu preferido.

Livros citados neste episódio:

O pequeno príncipe, Antoine de Saint-Exupéry

A caligrafia da dona Sofia, André Neves

Um pé de vento, André Neves

Ah! Aproveite para ouvir o episódio Pode ler para aproximar crianças de temas difíceis?, em que conversamos com a psicóloga Camila Vilares sobre o uso de livros infantis em processos terapêuticos. Você pode conferir todos os episódios produzidos até hoje lá no nosso perfil do Spotify, clicando no quadro acima.

deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tartaruga Nara

acompanhe a gente!