Alcateia

por:

Alcateia

Nas histórias, os lobos são personagens que sempre nos surpreendem: ora se apresentam com boas intenções, ora surgem como a própria representação do mal. Nos contos de Alcateia, o leitor vai encontrar muitas faces deste personagem: desde aquele que visita os porquinhos apenas para vender biscoitos, até o que deixou de comer carne há muito tempo.

Fabíola Reis retrata várias passagens de velhos contos conhecidos de um jeito irreverente, dando-lhes uma nova roupagem e fazendo até relações com acontecimentos muito atuais, como no caso da Chapeuzinho que vai até a polícia para processar o lobo por falsidade ideológica! Na edição, que comemora os 10 anos da Ozé editora, o leitor ainda poderá apreciar o trabalho de diferentes ilustradores e se encantar com o efeito lindo das cores e dos traços de cada um dos quinze artistas que assinam a obra. 

Quem são os autores do livro Alcateia?

fabiola reis Alcateia

Fabíola Reis nasceu em São Paulo e é professora. Há mais de 20 anos trabalha em escolas do Ensino Básico e afirma que as crianças foram uma grande inspiração para começar a escrever contos. Alcateia é seu primeiro livro. Fabíola conta que a ideia surgiu durante um curso de pós-graduação em escrita curativa. Depois de apresentar suas narrativas para diferentes professores, ela resolveu testá-las com as crianças e o sucesso foi imediato.

A obra conta com trabalhos de 15 ilustradores: Anita Prades, César Landucci, Chris Mazzotta, Deborah Engelender, Elisa Carareto, Feres Khoury, Guto Lacaz, Ionit Zilberman, Janaina Tokitaka, Luise Weiss, Maria da Betania Galas, Natália Gregorini, Nelson Cruz, Tereza Meirelles e Veridiana Scarpelli. Cada um ilustrou um conto escrito pela autora. 

Por que escolhemos este livro para enviar aos assinantes do Clube de Leitores A Taba?

Alcateia surpreende o leitor sob muitas perspectivas. Ao explorar um personagem emblemático dos contos clássicos, a autora inova criando opções de enredo que funcionam como enigmas. Afinal, algumas nuances das histórias criadas por Fabíola só serão compreendidas pelas crianças que já mergulharam nos textos originais. A diversidade dos textos encontra ainda mais potência a partir do trabalho de cada um dos artistas convidados, mostrando que mesmo um personagem muito conhecido pode assumir tantas faces quanto a nossa criatividade permitir.

deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

1 comentário
Tartaruga Nara

acompanhe a gente!