Livros sobre a África e as questões raciais

por:

O mote da curadoria deste mês é a riqueza cultural da África e as necessárias reflexões sobre as questões raciais. A seleção passa pelo continente africano, como um convite a conhecermos a pluralidade de seus mais de 50 países, chegando às questões raciais, que precisam ser discutidas diariamente. Qual o nosso papel na construção do mundo em que queremos viver.  

Por que uma seleção de livros sobre a África e as questões raciais?

Na Taba acreditamos que a leitura sempre pode dar início a boas conversas. A seleção deste mês tem tudo para gerar perguntas, abrir diálogos, quebrar alguns mitos e — porque não — contribuir para o que leitores se encham de coragem?

Temos a possibilidade de fazer um passeio pelo continente africano e sua vasta diversidade étnica e cultural. Além de refletir sobre o racismo, que há séculos nos impede de avançar ao encontro do mundo que sonhamos para nós e nossas crianças.

Da ancestralidade aos dias atuais, os desafios seguem presentes e se faz necessária uma boa dose de coragem para superá-los.

Leitores Bebês

A África que você fala

Em A África que você fala, adultos e bebês irão descobrir juntos que a história de nossos ancestrais africanos está presente nas comidas que saboreamos, como farofa, no acarajé, na banana, no quindim e até no fubá. Mas, não só na alimentação. 

Leitores Iniciantes

dumazi e o grande leao amarelo 
questões raciais

No início do livro Dumazi e o grande leão amarelo, encontramos um grande leão amarelo suplicando pela ajuda de uma menina zulu que está indo buscar água no poço, quando se depara com o animal preso em uma rede. Ele pede que a menina o solte, pois está com muita fome e sede. Dumazi fica com receio de atender ao pedido do grande felino. Afinal, libertá-lo poderá fazer com que ela seja a sua próxima refeição.
Qual será a decisão tomada pela menina?

Leitores Autônomos

o onibus de rosa
questões raciais

“…Há sempre um ônibus que passa na vida de cada um de nós. Fique de olhos abertos: não vá perder o seu.”
Esse é o conselho dado por um avô ao seu neto no livro O ônibus de Rosa, após lhe contar a história de uma mulher que com coragem e dignidade contribuiu para mudar a vida de seu povo. Seu nome era Rosa.

Leitores Experientes

meus contos africanos
questões raciais

Meus contos africanos é uma antologia que tem quase todos os países do continente representados pela seleção cuidadosa de Nelson Mandela. Cada uma das narrativas foi escrita por um autor e também ilustrador diferente, e a obra apresenta um pequeno glossário com o significado de algumas palavras. 

A Taba Jovem: livros supresa (com spoilers!)

Os livros selecionados pela nossa curadoria para as categorias dos jovens leitores são surpresa! Mas vamos trazer alguns spoilers para aguçar a criatividade. Será que vocês descobrem que livros chegarão? 

A Taba Jovem (11 e 12 anos)

  •  Escrito por um autor que recebeu o prêmio Hans Christian Andersen
  • O livro soma sete reconhecimentos, entre prêmios, destaques e selos de recomendação

A Taba Jovem (13 e 14 anos)

  • Primeiro livro juvenil do autor
  • Vencedor do Prêmio Jabuti
  • O livro fez tanto sucesso que ganhou uma sequência recentemente 

FAÇA PARTE DO CLUBE DE LEITORES A TABA!


Ao assinar nosso serviço você entra para o Clube de Leitores A Taba e recebe na sua casa todos os meses não apenas os livros, mas a possibilidade de ter conversas incríveis com suas crianças!

Livros para bebês

deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 comentário
Tartaruga Nara

acompanhe a gente!