Contos de fadas – Edição de bolso

por:

Esta é uma coletânea de contos de fadas que todo leitor merece ter em sua estante!

Já nas primeiras páginas, encontramos uma apaixonada abertura de Ana Maria Machado que relembra a importância desse gênero para a literatura e também para a vida de cada um de nós. 

Como ela mesma aponta, é difícil precisar quais seriam as versões originais, já que tratam-se de contos muito antigos e que já passaram por inúmeras reelaborações. Contudo, este livro torna-se especial pois considerou como base para novas e cuidadosas traduções,  justamente o que se tem como fonte mais antiga desses contos. 

O resultado é uma edição para encantar toda a família, já que os leitores mais antigos serão apresentados a versões talvez ainda desconhecidas e os novos poderão ter o privilégio de acessar, desde cedo, textos mais próximos dos originais, que apresentam enredos mais completos e um trabalho muito elaborado com a linguagem.

Adultos e crianças, que apreciam todo o encanto dessas histórias, certamente irão encontrar nessa obra uma porta de entrada para o universo mágico dos contos de fadas, a qual irão adentrar sempre que estiverem em busca do encantamento e da fantasia.


Para ler, reler e guardar na memória.

Quem são os autores deste livro?

O francês Charles Perrautl, os alemães Jacob e Wilhelm Grimm e o dinamarquês Hans Christian Andersen são autores de alguns dos contos de fadas mais famosos de todos os tempos. 

Perrault e os irmãos Grimm compilaram algumas histórias de tradição oral populares em seus países, enquanto, Andersen foi o primeiro a criar enredos originais dentro deste gênero.

Os outros dois autores desta coletânea ficaram menos conhecidos: Jeanne-Marie Leprince de Beaumont e Joseph Jacobs. 

Apesar de ter publicado cerca de setenta livros, não há muitas obras traduzidas para o português. Seu conto mais famoso é a Bela e a Fera.

Já Joseph Jacobs foi um historiador australiano, que viveu na Inglaterra e recolheu muitas histórias da tradição oral inglesa, sendo a mais conhecida o conto Os três Porquinhos.

 

Quem são os ilustradores deste livro?

Neste livro, você encontrará reproduções de ilustrações criadas por alguns dos mais famosos artistas que se dedicaram a representar este gênero através de imagens, dos quais destacam-se os ingleses Arthur Rackham e Walter Crane.

Rackham adorava contos de fadas e, no ano de 1900, fez uma edição ilustrada dos contos de Grimm, influenciando uma geração de ilustradores com seus desenhos repletos de detalhes e expressividade.

Walter Craine sempre acreditou no poder das imagens para contar histórias. Seu trabalho com livros infantis promoveu uma grande revolução na qualidade estética dos livros para crianças, servindo até hoje como inspiração para ilustradores e quadrinistas de todo o mundo.

Por que escolhemos este título para os leitores iniciantes do Clube de Leitores A Taba?

Uma característica marcante deste tipo de narrativa é que com um passe de mágica, feitiço ou poção, tudo pode acontecer. O maravilhoso prevalece e parece fazer sentido! 

Além disso, são histórias que remetem à nossa infância, aos momentos dedicados à leitura de contos literários ou à escuta de histórias orais. Fazem parte deste cenário pais, mães, avós, professoras e muitas pessoas que dedicaram seu tempo e afeto para nos apresentar o mundo encantado dos contos.

Assim, essas narrativas vão se mantendo presentes e aos poucos compondo nosso repertório, inspirando gerações e fazendo parte de nossa vida e imaginário.

deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 comentários
Tartaruga Nara

acompanhe a gente!