Blog

Pode ler em família? Assinantes respondem

Ler em família: como começar? Como estabelecer uma rotina de leitura? Qual é o melhor horário para esses momentos?

São muitas as dúvidas que surgem quando se quer formar um leitor. Ainda mais quando os pais não conhecem o universo da literatura — e está tudo bem.

Para te ajudar, o quarto episódio do podcast da Taba, o Pode Ler, traz uma entrevista com duas assinantes da Taba. Nele, respondemos a pergunta: Pode ler em família? 

Luciana Loew, jornalista, colunista da revista Pais e Filhos e assinante desde 2018 e Vanessa Cunha, professora de língua portuguesa e assinante desde 2016, compartilharam suas próprias experiências, hábitos e frustrações no dia a dia, assim como você as vivencia na sua casa.

Luciana lembrou como, na casa dela, a leitura envolve muito mais que o livro e a história. É um “estar junto fisicamente”, um “momento de encontro” que gera prazer. Não só para as crianças, mas também para os adultos que, em meio a todos esses chamegos, garantem momentos de qualidade com os filhos, de trocas, de conversas olho no olho, de presença.

Já Vanessa citou algo muito importante: a particularidade de cada membro da família. Lembrou que ela gosta de ler durante a tarde, quando tem mais energia. Seu marido, por outro lado, prefere o período noturno. “A rotina dele é diferente da minha, mas igualmente valiosa”, ela aponta. Cada um em seu ritmo, do seu jeito. De acordo com o que faz sentido na sua rotina. 

Mas, principalmente, aos pouquinhos. Formar leitores é um trabalho de longo prazo, e isso envolve encontros constantes com a leitura, sempre afetuosos, dispostos, como um presente que se dá a quem se ama. 

Confira o episódio abaixo, com Luciana Loew e Vanessa Cunha.  A conversa está disponível no Spotify e em diversos tocadores, como Deezer, Google Podcasts, Breaker, Pocket Casts e Radio Public. Ouça no seu preferido.

Livros citados no episódio: 

Onde vivem os monstros”, de Maurice Sendak, editora Cosac & Naify

O coração e a garrafa”, de Oliver Jeffers, editora Salamandra

Leia mais: 

O papel da família na formação de leitores

Adultos que leem com crianças são mais felizes

Por que contar histórias para criança dormir?

Autor Ataba

Luísa Cortés Apaixonada por histórias desde criança, não deu outra: foi estudar Letras e Jornalismo para contar as suas próprias. Hoje, edita o blog da Taba, numa missão de contaminar cada vez mais pessoas com o vírus da leitura.

compartilhe essa leitura!

deixe seu comentário!

0 comentários